Método de Oka

Este é um dos métodos mais utilizado por utilizadores experientes neste puzzle, se o embaralhamento for adequado. Método utilizado por Yohei Oka, ex-recordista mundial do evento, tendo ficado com o seu nome.

Este método resolve o topo primeiro, deixando como passo final três meios da última camada (de baixo).

Passo 0 – Resolver os vértices

Como em qualquer método de pyraminx, os vértices podem ser resolvidos em qualquer altura. Sugere-se que se faça em conjunto com outros movimentos e se possa ver na inspeção, para não se perder muito tempo com os mesmos.

Passo 1 – Criar um topo “Oka”

Criar (ou ver se já existe ou é possível em poucos movimentos) um topo em que um meio está junto do centro correto e outro meio está no local errado, mas a um R U’ R’ ou L’ U L de ficar resolvido. O terceiro meio em torno desse centro fica por resolver e vai ser usado para rodar os centros da camada de baixo.

Oka Topo

Topo Oka

 

Passo 2 – Corrigir os centros da camada inferior

Oka - Centros

Acertar centros da camada inferior

Passo 3 – Completar o topo

Oka - Centros 1

R U’ R’

Oka - Centros 2

U L’ U’ L

Oka - Centros 3

L R L’ U’ R’ U

 

Oka - Centros 5

R’ L’ R U L U’

Oka - Centros 4

U’ R’ U R’ U’ R U R

 

Passo 4 – Alinhar o topo e resolver meios da última camada

Como passos finais, basta alinhar o topo com os restantes centros e resolver os meios da última camada.

Este último passo é comum a vários métodos, sendo apresentado em página própria.

 

Top